Sudeste terá força policial conjunta

O Sudeste terá uma força policial conjunta, capaz de atuar nos quatro Estados. A proposta inicial é de que São Paulo, Rio, Minas e Espírito Santo cedam 25 agentes cada, conforme explicou hoje o secretário nacional de Segurança Pública, Luiz Fernando Corrêa. O anúncio ocorreu após reunião com representantes dos Estados. Os agentes serão treinados pela Polícia Federal, que deve entrar com o mesmo número de homens.Os policiais ficariam em seus Estados de origem e atuariam conjuntamente quando necessário. "Estamos trabalhando no conceito do Sistema Único de Segurança. O importante é uniformizar os procedimentos e a doutrina tática", disse Corrêa.Ele afirmou que o Gabinete Integrado de Segurança do Sudeste está em operação. "Não há prazos, há alvos a serem investigados e provas a serem produzidas. Não investigamos nomes, investigamos fatos. As pessoas que cruzarem esses fatos sofrerão a ação da polícia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.