Suíça mantém contas de Maluf congeladas

A Justiça suíça decidiu manter sob confisco mais de US$ 13 milhões em nome da família do deputado Paulo Maluf (PP-SP) em contas nos bancos do país dos Alpes. Se somado ao dinheiro ainda bloqueado no restante da Europa, a família Maluf conta com um total de pelo menos US$ 48 milhões confiscado temporariamente entre contas em Jersey, França e Luxemburgo.

Jamil Chade, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

A decisão foi tomada no fim de 2010, mas só veio a público ontem. A assessoria de imprensa do deputado afirmou ontem que "Paulo Maluf e nenhum de seus familiares têm conta no exterior".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.