Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Mycchel Legnaghi / São Joaquim on line
Mycchel Legnaghi / São Joaquim on line

Sul do Brasil tem três dias seguidos de neve pela primeira vez desde o ano 2000

Nos próximos dias, o fenômeno não deve voltar a acontecer já que, de acordo com a Metsul, as condições para ocorrência de neve irão se dissipar. Massa de ar polar colaborou para o cenário nesta semana

Eduardo Amaral, Especial para o Estadão

01 de julho de 2021 | 17h55

PORTO ALEGRE - A Região Sul do Brasil teve três dias consecutivos (segunda-feira, terça e quarta) com registro de neve, o que não acontecia há 21 anos. Os registros mais intensos foram feitos na quarta-feira, 30, na região do Planalto Sul, em Santa Catarina. Nevou durante a madrugada, chegando a ter acúmulo em cidades como São Joaquim, Urupema e Bom Jardim da Serra.

A Região Sul não tinha três dias consecutivos de neve desde 2000. De acordo com a Metsul, além da força da massa de ar frio, de origem polar sobre os três Estados da região, a ocorrência do ciclone subtropical Raoni colaborou para a chegada do fenômeno. Nos próximos dias, o cenário não deve se repetir já que, de acordo com a previsão meteorológica, as condições para ocorrência de neve irão se dissipar.

As baixas temperaturas e o registro de neve não foram exclusividade catarinense. Na segunda-feira, os termômetros marcavam 2°C em São José dos Ausentes, na serra gaúcha, quando foram feitos os registros de neve na cidade de maior altitude do Rio Grande do Sul. No mesmo dia, a neve chegou à cidade de Quaraí, na fronteira oeste gaúcha.

Nos dois casos, o fenômeno aconteceu de forma rápida e não chegou a gerar acumulados. Porém, o fato de ter nevado em Quaraí chamou atenção. Primeiro porque o fenômeno não acontecia na cidade desde 2005. No momento em que a neve caía na cidade, os termômetros marcavam 5°C, temperatura considerada alta para incidência de neve, ainda mais em uma região mais baixa.

De acordo com a Metsul, isso foi possível devido ao tempo seco e a circulação ciclônica dos flocos, que permitiu que as nuvens acumulassem neve e ela chegasse à região mais baixa.

Ainda na segunda-feira houve registro de neve em Santa Catarina e no Paraná. De acordo com a Metsul, na cidade de Palmas, foi possível ver parte da vegetação sendo coberta e ficando branca pela neve.

Na terça-feira, a neve chegou de vez aos locais mais altos do Rio Grande do Sul e subiu a serra. Houve registro de neve fraca em Caxias do Sul, Flores da Cunha, Gramado e Canela. Em todas as cidades, o fenômeno foi rápido e a neve rasa, não tendo acúmulo. Além da neve, diversas cidades registraram chuva gelada durante a semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.