Suplicy sugere a Lula que participe de debates na TV

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP), candidato à reeleição, exortou o presidente Lula para que participe dos próximos debates na televisão entre os candidatos à Presidência. "Eu quero, com muita amizade ao presidente, sugerir ele aceite, ainda no primeiro turno, participar de debates com os seus adversários", propôs Suplicy, em entrevista ao "Opinião Nacional", da TV Cultura. "Eu acho que isso o fortaleceria nesta situação crítica que aconteceu na campanha", referindo-se ao escândalo da compra de dossiê contra candidatos tucanos.Suplicy sugere que Lula participe do debate da TV Globo que, segundo ele, poderia vir a ser transmitido por outras emissoras de televisão. "A população vai estar com tamanha vontade de ouvir o que o presidente tem a dizer, diante das críticas formuladas pelos adversários, que ele terá a oportunidade de esclarecer os mais diversos pontos", sustentou. O senador petista, que tem bom trânsito entre os oposicionistas, acredita que Lula não seria desrespeitado por seus adversários. "Eu converso com Heloísa Helena e com Cristovam Buarque e tenho certeza de que ele seria tratado com o respeito de presidente eleito pelo povo."O candidato ao Senado aproveitou para cobrar maior rigor ético dos colegas petistas. "Nós temos que ser muito mais rigorosos conosco mesmos e muito mais atentos àquilo que nós cobramos de nossos adversários ao longo de nossa história", salientou Suplicy. Ele citou como exemplo a participação do partido no afastamento de Fernando Collor e na criação da CPI do Orçamento, depois da entrevista de José Carlos Alves dos Santos. "Se nós somos tão rigorosos com os nossos adversários, nós temos de ser também com problemas que acontecem quando nós somos governo, e com pessoas dentro do governo, ou no âmbito do nosso partido, quando agem de maneira inadequada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.