Suposta advogada é detida por furto

Está detida desde às 20h30 desta quarta-feira, na região central da capital paulista, uma suposta advogada inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil - São Paulo (OAB-SP). Acusada de furto, Elizabeth Benedita de Oliveira, de 44 anos, foi encaminhada ao 77º Distrito Policial, em Santa Cecília, e será transferida posteriormente à Delegacia do Portal do Morumbi (89ºDP), onde há celas especiais, para criminosos com nível superior de escolaridade.A suposta advogada foi detida após sair do Supermercado Northman, localizado na esquina da Alameda Barão de Limeira com a Rua Eduardo Prado. A 100 metros do estabelecimento comercial, andando tranqüilamente e carregando uma sacola de nylon branca, Elizabeth foi surpreendida e abordada pelo segurança do supermercado, que testemunhou toda a ação dela.Dentro da sacola, havia uma compra no valor de cerca de R$ 30; com produtos como amaciante, esponja de lavar louça, iogurte, creme de leite, leite condensado, isotônico, açúcar, bisnagas, doce de leite e macarrão instantâneo. Mesmo sem nota fiscal ou comprovante de pagamento, mesmo sem ter passado no caixa, e com todos os produtos dentro da sacola, Elizabeth nega ter realizado o furto.O delegado Rodrigo Fiacadori, do 77º Distrito Policial, ainda não sabe se a carteira da OAB apresentada por Elizabeth é verdadeira nem se ela é realmente advogada; mas, como a prisão foi em flagrante e há testemunhas para o crime, a mulher já foi indiciada e ficará presa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.