Suposta invasão de morro causa tensão na zona norte do Rio

Moradores desceram ladeiras do morro com a roupa do corpo temendo uma nova tentativa de invasão

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

21 de outubro de 2009 | 01h00

Uma denúncia que teria partido de moradores dos morros São João, Matriz e Quieto, no Engenho Novo, na zona norte do Rio, causou um clima de tensão em boa parte da comunidade destas favelas na noite desta terça-feira, 20. A informação que chegou à Polícia Militar era de que traficantes do Morro dos Macacos - invadido na madrugada do último sábado - teria invadido o São João pela região de mata, no topo da favela, onde há a junção das duas favelas.

 

Dezenas de famílias destas comunidades, com medo de mais um tiroteio entre as quadrilhas que disputam pontos de venda de droga, desceram os morros, apenas com a roupa do corpo e alguns pequenos utensílios, e pretendem passar a noite na rua ou na casa de parentes.

 

No início da madrugada desta quarta-feira, ainda era possível ver moradores ocupando as ruas 24 de Maio, Barão do Bom Retiro e a Avenida Marechal Rondon. Policiais militares do batalhão de área, com o auxílio de um veículo blindado, subiram o morro e não encontraram sinais de invasão.

 

Segundo o major Oderlei Santos, chefe de Relações Públicas da Polícia Militar, o policiamento está presente na região e nenhuma movimentação de bandidos tanto de um lado como do outro foi confirmada. Ainda de acordo com o major, traficantes de um dos morros podem ter realmente planejado uma nova ação, mas ela não se concretizou possivelmente por causa da presença da PM.

Tudo o que sabemos sobre:
RioMorro dos Macacosinvasão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.