Suposto fundador do PCC é preso no Guarujá

Suspeito estava com uma pistola calibre .380 com silenciador e um coleta a prova de bala

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

25 Novembro 2009 | 03h09

Policiais civis do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) acreditam ter encontrado, na cidade do Guarujá, litoral sul paulista, um dos criminosos fundadores do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que age dentro e fora do sistema prisional paulista. A prisão ocorreu nesta terça-feira, 24, no distrito de Vicente de Carvalho.

 

O mecânico Valdeci Aparecido Vicente, de 46 anos, que segundo a polícia é foragido desde 1996, quando escapou de um presídio em Campinas, interior do estado, vinha sendo procurado por latrocínio - roubo seguido de morte. Segundo a Delegacia de Repressão a Roubo e Furto de Veículos, Vicente conseguir ficar todo este tempo solto após obter documentação em nome de Efraim Teixeira de França, abrindo assim uma oficina.

 

Na casa onde foi detido, os policiais apreenderam uma pistola calibre .380 com silenciador e um coleta a prova de bala.

Mais conteúdo sobre:
PCC fundador

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.