AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Suposto líder do PCC é morto no interior de SP

O pintor Fabiano Maciel Galvão, 26 anos, foi morto no Jardim Guanciale, em Campo Limpo Paulista, no interior São Paulo. Policias da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, diante dos atentados contra bases policiais e viaturas das polícias Civil e Militar na região, obtiveram a informação de que Galvão seria um dos líderes dos atentados.Galvão, também apontado como líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) na região, passou a ser investigado pelos policiais, sob o comando do titular da DIG, Paulo Sérgio Martins.Nesta manhã, os investigadores foram à casa de Galvão. Uma das equipes bloqueou a entrada da residência, enquanto outra foi para os fundos da casa.A equipe que estava na porta de entrada chamou Galvão, que tentou fugir pelos fundos, sendo surpreendido pela outra equipe.Armado, o acusado passou a atirar nos policiais, que revidaram. Ferido, Galvão ainda foi socorrido ao hospital local, mas não resistiu e morreu.Após a noticia da morte de Fabiano, outro ataque foi registrado na região. Um ônibus foi queimado no município de Várzea Paulista, na avenida Pacaembu. O atentado foi encarado como uma resposta da facção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.