Supremo não decidiu sobre validade da lei

De iniciativa popular, o projeto Ficha Limpa foi aprovado em maio pelo Congresso e sancionado pelo presidente Lula. Em junho, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que a Lei da Ficha Limpa valeria nestas eleições. Barrado pelo TSE, o ex- candidato ao governo do DF Joaquim Roriz entrou com ação no Supremo Tribunal Federal pedindo a liberação de sua candidatura. A votação terminou empatada, em 5 a 5 - ficando sem definição.

, O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.