Supremo nega pedido da defesa de Bandarra

O procurador-geral da Justiça do DF, Leonardo Bandarra, fracassou na tentativa de ter acesso a documentos sigilosos de uma investigação que tramita contra ele no Conselho Nacional do Ministério Público. O ministro Gilmar Mendes, do STF, rejeitou ontem um pedido de liminar feito pelos advogados de Bandarra para que a defesa pudesse analisar documentos que foram incluídos numa representação disciplinar aberta contra o procurador.

Mariângela Gallucci, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2010 | 00h00

Mendes concluiu que o conselho garantiu a Bandarra o direito de ter acesso a documentos da investigação. Bandarra é suspeito de envolvimento no "mensalão do DEM".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.