Renata Caldeira/TJMG
Renata Caldeira/TJMG

Supremo Tribunal Federal concede habeas corpus ao ex-goleiro Bruno

Ex-atleta está detido na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) em Santa Luzia, Minas Gerais, onde cumpre pena de 22 anos e 3 meses

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

24 Fevereiro 2017 | 09h41

O ex-goleiro Bruno Fernandes, de 32 anos, ganhou habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele pode ser solto a qualquer momento. Segundo o STF, a decisão foi deferida pelo ministro Marco Aurélio, que assumiu o caso no lugar do ministro Teori Zavaski, que morreu em um acidente aéreo em Paraty, em 19 de janeiro.

Bruno está detido na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele cumpre pena de 22 anos e 3 meses pela morte de Eliza Samúdio, com quem teve um filho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.