Suspeita é que Cássia morreu de overdose

A cantora Cássia Eller, de 39 anos, morreu neste sábado, às 19h05, vítima de intoxicação exógena. A suspeita é de que a cantora, que já tinha recorrido a tratamento para dependência de cocaína, tenha sofrido uma overdose. Cássia deveria fazer neste domingo à noite o show da festa de réveillon na Barra da Tijuca.A cantora foi internada na Clínica Santa Maria pela manhã, depois de ter passado mal à noite, segundo seu empresário, Ronaldo Villas. Ele disse que Cássia teve náuseas e acessos de vômito e tomou soro e medicamentos contra enjôo.Mas, conforme o boletim assinado pelo diretor da Clínica Santa Maria, Gedálias Heringer Filho, Cássia chegou ao hospital agitada, apresentando ?um quadro de desorientação? que ?evoluiu para depressão respiratória e parada cardiorrespiratória?. A cantora teve três paradas cardíacas.Durante toda a tarde, mesmo depois de Cássia ter sido levada para o Centro de Tratamento Intensivo da clínica, Villas, visivelmente nervoso, tentou minimizar a gravidade de seu estado de saúde.Em entrevistas a emissoras de TV, ele atribuiu o estado de Cássia ao excesso de trabalho. Villas disse que a cantora fazia quase 15 shows por mês desde maio e vários dos 20 integrantes da sua equipe tinha apresentado sinais de esgotamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.