Suspeitas de bomba movimentam equipes do Gate

A Polícia Militar voltou a ser acionada na noite desta segunda-feira para averiguar mais três suspeitas de bomba em São Paulo. Uma delas, mais uma vez, recaiu sobre uma estação da Companhia do Metropolitano. Desta vez, por volta das 19h30, duas equipes do Grupo de Ações Táticas e Especiais (Gate) foram deslocadas para estação Vila Matilde, na Linha 3 (Vermelha), zona leste. O alvo da suspeita era uma sacola deixada na passarela de acesso para deficientes físicos. Não houve prejuízo à circulação de passageiros ou de trens. No interior do volume, havia apenas uma cesta de palha. Meia hora depois, outra equipe do Gate foi enviada para a Avenida Abraão Ribeiro, na Barra Funda, Zona Oeste. Uma caixa de sapatos foi deixada ao lado de um orelhão, próximo ao Fórum Criminal. No entanto, era mais um alarme falso.No interior da caixa os policiais encontraram tijolos e alguns fios. A terceira denúncia ocorreu por volta das 22 horas e deslocou as equipes para as proximidades da estação Bresser do Metrô. Um motoqueiro teria deixado uma mala de viagem na rotatória existente no cruzamento das Ruas Ipanema e Almirante Brasil. A bagagem estava vazia, segundo a PM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.