Suspeito de arrastar bebê é assassinado

A Polícia Civil de Alagoas confirmou ontem que o adolescente Edivan de Melo Almeida, de 16 anos, assassinado a tiros anteontem à noite, é um dos suspeitos de ter participado do roubo de um carro quando um bebê de 4 meses foi arrastado por cerca de 1 km, no bairro de Ponta Verde, em Maceió. A criança foi jogada para fora do veículo e só não morreu porque a cadeirinha onde estava ficou presa ao cinto de segurança. Edivan foi executado com mais de 20 tiros junto com seu irmão, Paulo Igor de Melo Almeida, por dois homens. O crime aconteceu na casa deles, na periferia da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.