Suspeito de assalto que causou morte de menina é detido

Adolescente foi detido em Dracena, interior de São Paulo; outro suspeito continua foragido

Fabio Michel, da Central de Notícias,

23 de maio de 2009 | 11h42

O adolescente K.O.A., de 17 anos, suspeito de ser um dos dois responsáveis pelo assalto que vitimou a menina Gabriela, de 8 anos, em Rio Claro, interior de São Paulo, na última quinta-feira, 21, foi detido no início da manhã deste sábado, 23, na cidade de Dracena, no noroeste paulista a cerca de 650 quilômetros da capital. O outro suspeito, de 20 anos e com passagens pela polícia por furto e porte de drogas, está foragido.

 

Veja também:

link Câmeras não gravam assalto à casa da família

link Menino recebe fígado de garota morta no interior

 

Segundo informações da rádio CBN, o suspeito estava escondido na casa de parentes. Ao perceber a movimentação dos policiais, tentou fugir para o telhado, mas escorregou e caiu, sofrendo ferimentos leves. O suspeito, que já havia sido detido pela polícia no início do ano por participar de outro assalto, teria confessado informalmente sua participação no crime em Rio Claro.

O plantão policial de Dracena não soube informar em que condições ele foi preso, mas relatou que o adolescente foi levado para Rio Claro (a 178 quilômetros de São Paulo), onde prestaria depoimento.

 

Gabriela foi atingida por um tiro na cabeça durante tentativa de assalto à casa de sua família. A tentativa de assalto ocorreu por volta das 21 horas. A criança estava com a babá e a irmã gêmea e os pais não estavam em casa. Segundo informou a Polícia Militar, os homens teriam pulado um muro protegido por cerca elétrica e câmeras de segurança para chegar ao local. Os homens fugiram com joias e dinheiro.

 

Durante a busca, o alarme da residência disparou. Segundo a PM, um dos assaltantes teria assustado e disparado a arma. O tiro atingiu a menina. Os assaltantes fugiram em um veículo roubado perto da residência, e encontrado posteriormente pela polícia.

Mais conteúdo sobre:
GabrielaRio Claroassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.