Suspeito de cometer triplo homicídio é preso em Minas

A polícia mineira prendeu hoje de manhã, em Guardinha, distrito de São Sebastião do Paraíso, Sílvio Antônio Ferreira, de 24 anos, suspeito de participar de três homicídios no Sítio Manoel Rosa, em Cássia dos Coqueiros, na região de Ribeirão Preto, no início do mês. Ele já tinha passagem pela polícia por furto, mas negou ter participado dos crimes. Ferreira acusou José Rafael Torres, que está preso desde domingo, de ter matado Benedito Carlos Negrão, José Moreira da Silva e um outro homem, de prenome Maurício, conhecido com Cabecinha. Segundo o rapaz, Torres brigou com Negrão, com quem tinha arrendado a propriedade rural. Ferreira e Torres estão presos temporariamente, por 30 dias, com autorização judicial.As três vítimas desapareceram na época do carnaval. Os corpos foram encontrados entre domingo e ontem, enterrados em covas rasas no sítio, com os rostos desfigurados. Um pedaço de pau, que era usado para encabar um machado, foi usado para assassinar o trio. A polícia acredita que os crimes teriam sido premeditados, devido a uma dívida que durava três anos de Negrão com Ferreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.