Suspeito de furtar Banco Central em Fortaleza é morto

O Instituto Médico Legal (IML) de Guarulhos já liberou para sepultamento os corpos dos três homens encontrados mortos às 23h30 de sábado em um poço de 22 metros num sítio em Santa Izabel, interior de São Paulo. Entre eles está Anselmo Oliveira Magalhães, de 32 anos, o Cebola, suspeito de ter participado do assalto ao Banco Central de Fortaleza, em agosto de 2005. Os outros são Márcio Markoski Simão e Quirino José Brito.A retirada dos corpos foi comandada pelo delegado Jorge Vidal Pereira, titular de Santa Izabel. O poço onde foram encontrados os corpos fica no Sítio Bonanza, em um conjunto de chácaras rurais na saída para a cidade de Igaratá.O IML de Guarulhos realizou a autópsia e constatou que a causa da morte dos três homens foi estrangulamento por agente físico-químico. Em agosto de 2005, bandidos roubaram o Banco Central de Fortaleza e fugiram com R$ 165 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.