Suspeito de matar músico francês é preso no Rio

Um dos suspeitos de envolvimento no crime do músico francês Sébastien Emmanuel, na Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro, foi preso em Japeri, na Baixada Fluminense, segundo informações do Jornal Hoje, da TV Globo. Outro homem, que seria o autor dos disparos, continua foragido.A polícia chegou até ele por meio de informações do Disque-Denúncia. O suspeito será encaminhado, nesta terça-feira, 20, para a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat) para ser reconhecido pelos colegas da vítima que testemunharam o crime. Outro homem que seria o autor dos disparos tem vários antecedentes criminais e sete mandados de prisão expedidos, um deles por homicídio, de acordo com o delegado titular 63ª DP (Japeri), Henrique Faro. Sebastião Gama de Paula, que teria 27 anos, foi reconhecido por meio de uma foto, pelos colegas da vítima. O turista francês foi morto durante um assalto na Via Dutra, que liga o Rio a São Paulo, na altura de Japeri, na Baixada Fluminense, na tarde desta segunda-feira, 19. Grassez fazia parte da banda Southside Crew, em turnê no País há quatro meses.Segundo a polícia, os criminosos pediram o celular, mas Sébastien teria reagido. Os assaltantes, então, atiraram nele. Policiais rodoviários federais socorreram a vítima, que foi levada para o posto de saúde de Engenheiro Pedreira, na Baixada, mas não resistiu. Segundo testemunhas, ele foi morto na frente da mulher e do filho de três anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.