Suspeito de ordenar atentado a jornal de Marília é baleado

Três homens balearam hoje por volta das 8h30 Rafael Almeida Camarinha, de 23 anos, filho do ex-prefeito de Marília, Aberlardo Camarinha. O rapaz levou um tiro na cabeça na sua própria casa, no bairro Salgado Filho, em Marília. Ele está internado no Hospital das Clínicas e corre risco de morte. Rafael levou um tiro na cabeça. A empregada de Rafael também foi baleada. A polícia suspeita que o crime esteja relacionado com o atentado praticado contra o jornal Diário e as duas rádios da cidade em setembro do ano passado. Rafael é indiciado como mandante num dos inquéritos que apura o atentado. Alessandro Ricardo Lopes, o Ricardinho, recentemente libertado da prisão pela Justiça, está sendo ouvido pela polícia. Ele é réu confesso na participação do atentado. Os atiradores estavam com macacões, que foram abandonados num terreno próximo da casa de Rafael.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.