Suspeito de participar do CV, ex-militar do Rio é preso em PE

Ex-tenente, foragido há 20 anos, é acusado de participar de assaltos a banco e assassinatos de outros policiais

Solange Spigliatti, estadao.com.br

12 de novembro de 2008 | 14h59

O ex-tenente da Polícia militar do Rio, Moisés Feliciano da Silva, de 65 anos, foi preso na tarde desta terça-feira, 11, em Recife, após estar foragido da Justiça do Rio há cerca de 20 anos. De acordo com a assessoria da Polícia Civil de Pernambuco, contra ele foram expedidos três mandados de prisão, por assaltos a banco e pela morte de dois policiais militares. De acordo com a polícia, o ex-militar também é acusado de pertencer ao Comando Caipira, uma ramificação da facção criminosa do Rio, Comando Vermelho. Moisés, que usava o nome de José Luís de Lima em Recife, foi preso no prédio da Justiça do Trabalho, no bairro Cidade Universitária, após participar de uma audiência. Ele trabalhava como advogado na cidade e morava em Camaragibe, na região metropolitana de Recife, onde tem uma esposa e dois filhos. Em sua residência, a polícia encontrou várias cédulas de identidade falsas.

Tudo o que sabemos sobre:
Comando VermelhoCVRiopolícia militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.