Suspeito de vender armas ilegamente é preso no ABC paulista

Motorista, que mantinha fotos de armamento de uso restrito, apresentou documento falso à polícia

Fabiana Marchezi,

22 de novembro de 2008 | 16h35

O motorista Carlos Eduardo Alves Nascimento, de 28 anos, foi preso em flagrante na sexta-feira, em São Bernardo do Campo, ABC paulista. Ele foi acusado de porte ilegal de arma de fogo e uso de documento falso.  De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, ele mantinha em sua casa fotografias de armamento de uso restrito e admitiu vender armas para facções criminosas que atuam em São Paulo e Rio de Janeiro. Os policiais chegaram ao suspeito por meio de uma denúncia de um de seus vizinhos.  Quando abordado, o suspeito apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação falsa. Com isso, os policiais foram até sua residência, onde encontraram munições de diferentes calibres e fotografias de armas restritas. Ainda segundo a secretaria, Nascimento admitiu vender armas para facções criminosas de São Paulo e Rio de Janeiro, e ainda entregou um fuzil de calibre 556 que estava escondido atrás de um barraco abandonado, na Estrada Galvão Bueno. Além da arma e das munições, a polícia também apreendeu dois veículos, dois rádios e um celular. O suspeito foi conduzido do 3º Distrito Polícia de São Bernardo do Campo, onde foi indiciado por porte ou posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso de documento falso, permanecendo preso à disposição da Justiça.

Mais conteúdo sobre:
ArmasPrisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.