Suspeito nega que tenha matado prefeito de Campinas

Marcelo Metidieri Meirelles Ferreira, conhecido por Cigano, negou hoje, na delegacia de Bertioga, que tenha matado o prefeito de Campinas, Antonio da Costa Santos, o Toninho do PT. Policiais de Campinas estão em Bertioga e irão levar o suspeito para a cidade, onde as investigações serão ampliadas. Ao ser preso numa batida policial ontem à noite, Ferreira portava pistola de 9 mm e munição importada, como a usada para matar o político.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.