Suspeitos de envio de lixo ao Brasil são liberados na Inglaterra

Três homens foram presos na quinta e liberados após prestar depoimento; eles devem se apresentar à polícia

Daniela Milanese, Agência Estado,

24 Julho 2009 | 12h41

Os três homens suspeitos de envolvimento na exportação de lixo da Inglaterra para o Brasil foram liberados na quinta à noite, informou nesta sexta-feira, 24, a polícia de Wiltshire. Após passarem por interrogatório, os três saíram da prisão sob regime de fiança, que no país não implica pagamento. Pelo esquema, eles são obrigados a permanecer na Inglaterra e têm de se apresentar novamente à delegacia em datas específicas, que não são divulgadas, explicou há pouco a assessoria de imprensa da polícia.

 

Veja também:

link Lixo da Inglaterra vai começar a ser devolvido na segunda 

 

Por razões legais, o nome dos suspeitos não foi divulgado, nem a nacionalidade. Sabe-se que os homens têm 49, 28 e 24 anos. As prisões haviam sido feitas na quinta de manhã, na cidade de Swindon, onde supostamente estão as empresas envolvidas na exportação de lixo para o Brasil.

 

Conforme afirmou a chefe da divisão de Lixo e Administração de Recursos da Agência de Meio Ambiente, Liz Parkes, as investigações sobre o caso prosseguem.

 

A venda de material de reciclagem para outros países é permitida. No entanto, é crime no Reino Unido a exportação de lixo doméstico ou hospitalar.

Mais conteúdo sobre:
lixo Inglaterra Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.