Suspeitos de incendiar ônibus na Cidade de Deus são presos

Ataque no dia 2 de março deixou 13 pessoas feridas, sendo seis em estado grave; quatro pessoas foram detidas

Solange Spigliatti, do estadao.com.br

15 de março de 2010 | 09h56

Quatro pessoas foram presas nesta segunda-feira, 15, suspeitas de envolvimento no incêndio ao micro-ônibus, na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, ocorrido no dia 2 deste mês.

 

Eles foram presos por agentes da 32ª DP (Taquara), por volta das 6 horas de hoje, em cumprimento a mandado de prisão, expedidos pela Justiça, pelo crime de associação ao tráfico de entorpecentes.

 

O ataque, que ocorreu perto de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), na noite de terça-feira, 2, deixou 13 pessoas feridas, sendo seis em estado grave. Cerca de 20 pessoas apedrejaram o veículo com passageiros, enquanto outros quatro homens jogaram combustível e atearam fogo no micro-ônibus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.