Suspeitos de matar segurança podem ser soltos por falta de prova

A falta de provas e um recuo na identificação poderá resultar na soltura dos dois rapazes presos como suspeitos de ter matado um dos seguranças do filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ontem à noite, em Santo André. Após reconhecer um dos detidos como o autor dos disparos que matou o subtenente do Exército Alcir José Tomasi, o cabo Nivaldo Ferreira dos Santos, que também foi baleado, disse ter dúvidas. Para comprovar a autoria do crime, a polícia vai aguardar o exame de balística que será realizado numa arma apreendida com um deles, o teste residuográfico para a constatação de pólvora nas mãos dos suspeitos e o confronto com as impressões digitais encontradas no carro roubado. Sem prova material, os suspeitos poderão ser liberados. O subtenente e o cabo o exército foram baleados quando faziam a segurança de Sandro Luiz, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tomasi recebeu um tiro na cabeça na porta da casa da namorada de Sandro, quando dois ladrões abordaram o carro em que ele e o cabo estavam. O objetivo era roubar o Astra blindado alugado pela Presidência da República para servir a família do presidente. Segundo o cabo, quando souberam que eram "policiais", atiraram para matar. A polícia investiga ladrões de carro que atuam na região. De janeiro a março, foram levados 2.886 carros em Santo André. Os dois suspeitos foram presos na madrugada desta quinta-feira na Favela Heliópolis, na zona sul da capital, após serem denunciados por um telefonema. Além da Polícia Civil, participam das investigações a Polícia Federal e o Exército. Para acompanhar todo o caso: » Seguranças de filho de Lula são baleados » Polícia caça ladrões que balearam seguranças do filho de Lula » Lula foi informado do roubo de carro da escolta do filho » É grave o estado de saúde do segurança do filho de Lula » Governo divulga nota sobre ataque a seguranças do filho de Lula » Filho de Lula viajou para Brasília » Morre segurança do filho de Lula » Corpo do subtenente será trasladado para Santa Maria (RS) » Ladrão que baleou segurança já tem retrato falado » Morte de segurança é aviso para governos, diz Genoino » Polícia tem pista de assassinos de segurança, diz Alckmin » Polícia detém dois suspeitos do assalto aos seguranças » Lula manifesta em nota pesar pela morte de subtenente »Cabo que fazia a segurança reconhece os assaltantes » Bairro tranquilo de Santo André vira cena do crime

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.