AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Suspenso novo julgamento de acusadas de magia negra

O ministro Paulo Medina, da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspendeu o novo julgamento de Celina e Beatriz Abagge, que seria realizado em Curitiba no dia 16 de maio. Elas são acusadas de terem encomendado, em 1992, o sacrifício do menino Evandro Ramos Caetano, com seis anos na época. Num primeiro julgamento tinham sido absolvidas, pois não teria ficado comprovado que um corpo encontrado na cidade seria do menino.O novo julgamento tinha sido determinado pelo Tribunal de Justiça do Paraná, alegando que havia provas documentais referente à identidade do cadáver. No entanto, Medina entendeu que submetê-las ao júri, quando há dúvida sobre a as provas do crime pode representar um ato ilegal. O novo julgamento fica suspenso até que o mérito da questão seja reavaliado pela 6ª Turma. O primeiro julgamento, realizado em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, durou 34 dias. Supostamente, o crime teria sido realizado em um ritual de magia negra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.