Suzane está sendo ameaçada de morte, diz promotor

Suzane Von Richthofen, 22 anos, condenada a 39 anos e seis meses por envolvimento na morte dos pais, está sendo ameaçada de morte, segundo ela afirmou ao promotor Eliseu José Berardo Gonçalves, em depoimento de quase dez horas nesta segunda-feira no Ministério Público de Ribeirão Preto. Suzane cumpre pena na Cadeia Feminina da cidade desde o dia 2 de setembro de 2006, depois de ser transferida do Centro de Ressocialização de Rio Claro.A ré não deu declarações à imprensa e quem falou sobre o depoimento foi o promotor, em uma entrevista coletiva. Eliseu Berardo, no entanto, não forneceu detalhes sobre as ameaças porque, segundo afirmou, as investigações estão começando. Ele instaurou um inquérito civil público, mas disse que a apuração dos fatos corre em segredo de justiça. A única coisa que adiantou sobre o assunto é que ouvirá, na próxima sexta-feira, o depoimento de duas das quatro colegas de cela de Suzane. Outras pessoas serão ouvidas, mas o promotor não informou quais seriam.De acordo com Eliseu Berardo, Suzane está em uma cela de seguro justamente em função das ameaças que estaria recebendo. Ele também disse que a detenta informou, no depoimento, que está sofrendo restrições na prisão e que vive quase um Regime Disciplinar Diferenciado, com menos benefícios que outras presas. Ela estaria, por exemplo, tomando apenas duas horas de sol por dia.O MP vai investigar o motivo das restrições e solicitar proteção especial à detenta, que deve permanecer na cadeia de Ribeirão e na cela de seguro, segundo o promotor Eliseu Berardo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.