Suzane muda de endereço mas pichadores não dão trégua

A frase "Suzane assassina" foi pichada ao lado do endereço para onde Suzane Richthofen, acusada de matar os próprios pais, foi transferida. A intenção dos vândalos era deixar a marca deles no muro do Edifício Condomínio Santa Rosa, localizado na altura do nº 46 da Rua Rocha Pombo, na Aclimação, região Centro-Sul da capital paulista, onde Suzane cumpre prisão domiciliar Alguém teria saído à rua e, armado, ameaçou os pichadores.Como não conseguiram pichar o muro do condomínio, o fizeram em um tapume de uma construção ao lado do prédio. Os pichadores assinaram a pichação, identificando-se por meio dos apelidos e do grupo ao qual cada um pertence. Abaixo da frase foi escrito "Túmulos Tatei", "Os Bicho Vivo - Naldo" e "DNN Binho".A mesma pichação já havia sido feita nos prédios onde ficam a residência e o escritório, nos bairros do Morumbi e Vila Mariana, respectivamente, do advogado Denivaldo Barni, protetor de Suzane. Após o adiamento do julgamento de Suzane e dos irmãos Cravinhos, a Justiça autorizou que a acusada cumprisse prisão domiciliar no apartamento do prédio da Aclimação, onde mora uma mulher de prenome Vanda.

Agencia Estado,

09 de junho de 2006 | 04h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.