Suzane pede transferência para o presídio de Tremembé

O advogado de defesa de Suzane von Richthofen, Denivaldo Barni, deverá pedir a transferência dela da penitenciária feminina de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, onde está desde setembro de 2006. De acordo com Barni, este foi o terceiro pedido de transferência de Suzane para outro presídio. Em julho, ela foi condenada a 39 anos de prisão (19 anos e seis meses para cada vítima) pelo assassinato dos pais, ocorrido em outubro de 2002. Ela cumpria pena no Centro de Reabilitação Feminina de Rio Claro, mas foi transferida para Ribeirão Preto em setembro do ano passado, depois de denúncias de que usufruía de benefícios dentro da cadeia. Em Rio Claro, o regime disciplinar é considerado mais leve. As detentas têm mais liberdade para circular dentro da cadeia e as celas não são trancadas por cadeados.Seguro Suzane afirma não se sentir segura na penitenciária de Ribeirão Preto. Em depoimento de quase 10 horas prestado no dia 15 ao promotor Eliseu Gonçalves, ela disse que estava sendo ameaçada de morte na cadeia. O Ministério Público instaurou inquérito para investigar as ameaças.Suzane está no ?seguro?, o setor para detentos ameaçados de morte por outros presos. Declarações de Suzane entregues ao advogado relatam que ela não se sente segura. Em um dos documentos, a condenada pede para ser transferida para Tremembé, onde o regime disciplinar é o mesmo de Ribeirão Preto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.