Suzane von Richthofen é transferida para penitenciária de Ribeirão Preto

Suzane von Richthofen, condenada por planejar e participar das mortes de seus pais, Manfred e Marísia, em outubro de 2002, na mansão da família, em Campo Belo, em São Paulo, foi transferida, na noite de sábado, do Centro de Ressocialização de Rio Claro para a Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto. A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) confirmou a transferência neste domingo. Suzane saiu de Rio Claro por volta de 20 horas e chegou ainda na noite de sábado em Ribeirão Preto.A SAP não confirma o motivo da transferência, mas isso deveria ocorrer, pois Suzane, como condenada, teria que seguir para uma penitenciária para cumprir a sua pena. Ela foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão, mesma sentença dada ao então namorado dela, Daniel Cravinhos. Ambos foram acusados pelo promotor Roberto Tardelli, em julho último, durante o julgamento do caso, de serem os responsáveis pelo planejamento do crime - os pais de Suzane foram mortos a golpes de barras de ferro e asfixia. O irmão de Daniel, Cristian, participou do crime e foi condenado a 38 anos e 6 meses de prisão. Os irmãos Cravinhos cumprem pena em São Paulo.A Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto, onde Suzane está agora, está localizada no Parque Ribeirão Preto. O prédio era uma Cadeia Masculina, mas, após a sua degradação e a construção de um Centro de Detenção Provisória (CDP) e de uma Penitenciária, foi reformado e transformado em Penitenciária Feminina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.