Tarso Genro fala em reforçar a própria segurança

O prefeito de Porto Alegre, Tarso Genro (PT), disse, neste sábado, que o seqüestro do prefeito de Santo André, Celso Daniel, também do Partido dos Trabalhadores, transcende a esfera policial e passa a ser de cunho político.?Estou chocado com o seqüestro do Celso Daniel, que, além de ser companheiro do partido, é um amigo pessoal de longa data. Não acredito que esse ato seja para obtenção de dinheiro ou coisa parecida. Isto já é um problema político, que não podemos mais tolerar.?Genro, após o seqüestro de Celso Daniel e o seqüestro e posterior assassinato do prefeito de Campinas, Toninho do PT, no final do ano passado, já pensa em reforçar a sua segurança para ter mais tranqüilidade: "Vamos fazer isso de modo discreto. Temos que nos proteger contra ações desse tipo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.