Tarso reconhece que haverá segundo turno

O ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, reconheceu que haverá segundo turno na disputa para a Presidência da República. "Faltou um pouquinho", disse Tarso ao se referir a votação alcançada pelo candidato a reeleição Luiz Inácio Lula da Silva. Ele estava reunido com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros ministros do governo acompanhando a votação. Tarso Genro disse que Lula "é um vencedor" porque conseguiu metade dos votos do eleitorado. O ministro indicou que Lula deverá ir a debates com Alckmin durante a campanha para o segundo turno.Com 97.2% dos votos apurados, Lula tinha 48,91% dos votos válidos e o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, aparecia 41,3%.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2006 | 23h35

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.