Tasso continua na presidência do PSDB até final de 2007

O senador Tasso Jereissati (CE) continuará na presidência nacional do PSDB até o término de seu mandato, em novembro de 2007. A posição foi definida em reunião realizada na noite da última segunda-feira na casa do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, na Capital, com a presença do governador eleito de São Paulo, José Serra.Uma fonte com acesso a esses entendimentos afirmou à Agência Estado que a cúpula do partido não chegou a cogitar mudança na direção da legenda. "Seria até deselegante discutir isso com Tasso agora", resumiu o interlocutor.Depois do encontro na casa de FHC, Tasso reuniu-se, nesta terça-feira com o candidato tucano derrotado nas eleições, Geraldo Alckmin. Apesar de o futuro político do ex-governador ser incerto, no curto prazo, uma outra fonte ligada à cúpula do partido destacou que ele deve participar mais ativamente da vida partidária, mas com um papel ainda indefinido. Alckmin, entretanto, pretende iniciar este debate com um balanço dos acertos e erros da campanha presidencial.Após a derrota da Alckmin no último domingo, alguns tucanos chegaram a cogitar a hipótese de Tasso deixar o comando do partido para que o posto fosse assumido pelo ex-governador. Uma das alegações é que a sigla já havia feito isso, em 2002, com José Serra que, depois de perder as eleições presidenciais para Lula, assumiu a presidência do PSDB. Na reunião de segunda-feira na casa de FHC, discutiu-se também as perspectivas políticas do partido no Congresso Nacional, com ênfase na composição das mesas da Câmara e do Senado. Ficou consolidada, por exemplo, a idéia de que a oposição não irá aceitar o PMDB governista à frente das duas Casas, principalmente no Senado, onde a oposição tem maioria. "No máximo, o PSDB aceitaria o nome de um peemedebista que caminhou junto com a legenda nessas eleições, como o do senador eleito Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE)", emendou a fonte ligada à cúpula tucana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.