Tasso lança nome contra Cid Gomes

Marcos Cals foi escalado para enfrentar irmão de Ciro Gomes em rompimento entre aliados

Carmen Pompeu, FORTALEZA, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2010 | 00h00

Com as bênçãos do senador Tasso Jereissati, principal líder do PSDB no Estado, o partido lançou ontem em convenção estadual o ex-secretário de Justiça Marcos Cals ao governo do Ceará. Marcos Cals foi escalado por Tasso para enfrentar Cid Gomes (PSB), um aliado histórico com quem o senador rompeu na campanha deste ano.

O lançamento de Cals cumpre a finalidade de dar um palanque no Estado para o candidato tucano à Presidência, José Serra. O tucano preferia que o próprio Tasso cumprisse a missão, mas o senador não abriu mão de disputar a reeleição. O presidenciável não compareceu ao evento. Foi representado apenas por dois grandes painéis colocados ao lado do palco. Neles, aparece ao lado de Cals e Tasso.

A candidatura de Marcos Cals foi decidida apenas na última semana, quando Tasso rompeu com o governador Cid Gomes, irmão do também aliado histórico deputado Ciro Gomes (PSB). Cid é candidato à reeleição com o apoio do PT. O próprio Marcos Cals foi secretário da Justiça no governo de Cid. A participação dos tucanos no governo Cid Gomes, segundo Tasso, foi um erro de direção. "Foi um voto de confiança. Mas essa direção foi de um retrocesso político muito grande. E é nossa obrigação agora apontar a população cearense não só esses erros, mas alternativas", atacou o senador tucano. "O Ceará está precisando de caras novas na política. A política cearense está extremamente viciada. Infelizmente, nós voltamos ao passado."

A convenção estadual do PSDB foi realizada na quadra de um ginásio do bairro Siqueira, periferia de Fortaleza. Na ocasião, foi anunciado para a militância o nome do empresário Pedro Fiúza como vice. Na noite anterior, Tasso havia postado o nome do escolhido para vice no site de relacionamentos Twitter.

Também ontem, no Hotel Praia Centro, o PT realizou um encontro que reuniu militância e as principais lideranças do partido com o presidente nacional da legenda, José Eduardo Dutra, e os nomes que vão compor a chapa encabeçada por Cid Gomes: os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT). O nome do vice deverá ser apresentado durante a convenção da coligação, que será realizada hoje no Colégio Evolutivo, no centro de Fortaleza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.