Tatiana receberia casa por colaborar em seqüestro

A casa em Itapevi, usada como esconderijo pela quadrilha que seqüestrou a estudante Patrícia Abravanel, filha do apresentador Silvio Santos, era o que Tatiana Pereira da Silva, de 18 anos, ia receber por sua participação no crime. Na casa foram apreendidos dois coletes à prova de bala roubados da Polícia Rodoviária, máscaras, um telefone celular, um boné dos Correios, dois documentos falsos com a foto de Fernando Dutra Pinto, o mentor do seqüestro, um catálogo de armas e um livro. Para tomar conta da casa, cozinhar e mantê-la limpa, Tatiana estava recebendo R$ 150 por semana. Em depoimento ao delegado Wagner Giudice, da Delegacia Anti-Seqüetro (DEAS), ela contou que o crime estava sendo planejado há cerca de dois meses.Afirmou ter conhecido os irmãos Fernando e Esdras quando estava sendo ameaçada de morte por bandidos de Itapevi. Estes desconfiavam que Tatiana e Luciana dos Santos Souza, de 24 anos, a ?Jennifer?, estivessem envolvidas na morte de um homem, ocorrida numa quermesse da cidade. As duas haviam sido as últimas pessoas a conversar com a vítima do homicídio. Os irmãos propuseram que Tatiana e Luciana fossem se esconder na casa utilizada pela quadrilha. Luciana tornou-se namorada de Fernando e Tatiana, de Esdras. Tatiana confirmou ainda a participação de Marcos, irmão de Marcelo Batista dos Santos, o Pirata, no crime. Ela disse aos policiais que Marcos tinha a tarefa de cuidar do cativeiro de Patrícia, mas resolveu abandonar a quadrilha no terceiro dia do seqüestro da estudante. Em seu lugar, Fernando pôs Luciana. Os policiais da Deas tentaram prender Marcos em uma Cohab em Itaquera, zona leste, mas o acusado conseguiu escapar. Ele teve a prisão temporária de 30 dias decretada pelo Departamento de Inquéritos Policias (DIPO) do Tribunal de Justiça. Tatiana foi indiciada pelo seqüestro após o término de seu interrogatório. Ela foi levada para o 89º Distrito Policial onde permanecerá presa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.