Taxista de 82 anos é morto a pedradas em Piracicaba

Um taxista, de 82 anos, que trabalhava na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, foi morto a pedradas por um passageiro que exigia R$ 10 e um aparelho celular.De acordo com o delegado titular da Seccional de Piracicaba, Luiz Henrique Zago, o suspeito parou o idoso por volta das 22h30 da última quarta-feira e pediu para que ele o leva-se até Saltinho, uma cidade vizinha. Chegando ao seu destino, no bairro São Bento, F.L.S.J., de 19 anos, matou o taxista para levar o dinheiro e o celular.Depois de investigações, a polícia chegou ao suspeito, que confessou o crime e levou os policiais até uma valeta, onde estava o corpo do octogenário. O acusado afirma que teve a ajuda de um comparsa, de 21 anos, fato não descartado pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.