Taxista é encontrado morto em Barretos

O taxista Pedro Carlos Genitor, de 50 anos, um gerente de supermercados aposentado, foi morto na madrugada de hoje, em Barretos, na região de Ribeirão Preto. Seu corpo foi encontrado às 6h em uma estrada de terra, em frente à porteira de uma fazenda, com as pernas do lado de dentro do Monza no qual trabalhava e o tronco para fora, pela janela. A autópsia feita no Instituto Médico-Legal da cidade constatou que Genitor morreu após sofrer quatro golpes de faca - dois no peito, um no pescoço e outro na perna. A hipótese de latrocínio está descartada, pois nada foi roubado de Genitor - apenas as chaves do veículo não foram encontradas. A polícia tenta localizar o suspeito, um homem branco e com traços orientais, que solicitou uma corrida ao taxista à 1h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.