Taxista é morto em tentativa de assalto no Rio de Janeiro

Foi enterrado neste sábado o corpo do taxista Paulo Roberto de Oliveira, de 50 anos, morto na noite de sexta-feira após uma tentativa de assalto. O crime aconteceu na Estrada Velha da Pavuna, no bairro Engenho da Rainha, zona norte da cidade. A região fica próxima ao local onde o menino João Hélio Fernandes, de 6 anos, morreu após ter sido arrastado por sete quilômetros ao ficar preso pelo cinto de segurança do carro de sua mãe, que foi assaltado na noite de quarta-feira. O taxista assassinado retornava com a família do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim quando foi abordado em um sinal por cinco assaltantes que estavam em outro carro. Uma viatura da polícia chegou ao local e houve troca de tiros com os bandidos. O taxista foi baleado na perna, na artéria femural, e não resistiu ao ferimento. A família de Paulo já havia deixado o carro quando ele foi baleado. Ainda não se sabe se o tiro que o matou foi disparado pela polícia ou pelos bandidos. O enterro foi no Cemitério São Francisco Xavier, no bairro do Caju, zona norte.

Agencia Estado,

10 Fevereiro 2007 | 21h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.