Taxista é preso por ter enforcado a namorada

O taxista Ralphe Gonzaga do Nascimento, de 33 anos, matou uma de suas namoradas, a merendeira Márcia Mendes de Souza, de 32 anos. Nascimento enforcou Márcia com o fio do carregador do celular no domingo em Santos, na Baixada Santista. O corpo da vítima foi encontrado em uma rua no bairro da Aparecida na madrugada de segunda-feira. No dia seguinte, a polícia chegou ao suspeito após investigar imagens captadas por uma câmera de segurança de um edifício da mesma rua. O taxista confessou o crime e está preso.Ele foi detido ontem à tarde na casa de outra namorada, no bairro do Embaré. Nascimento confessou ter matado Márcia porque ela o havia abandonado, alegando que ele era pobre e não tinha nada a lhe oferecer. Márcia era separada e morava com a filha de 7 anos num condomínio popular na Vila São Jorge. Segundo Nascimento, a outra namorada sabia de seu relacionamento com Márcia, mas a vítima não sabia que o taxista mantinha outro namoro há dois anos.MESMA RUAO crime aconteceu no apartamento do taxista, localizado na mesma rua onde o corpo foi deixado. No local, a polícia encontrou marcas de sangue no chão e em uma camisa dele.De acordo com o investigador do 3º Distrito Policial de Santos, José Carlos Vieira Júnior, ele e seu colega Sérgio Ribeiro, que investigam o crime, chegaram ao nome de Ralphe com a ajuda do ex-marido de Márcia e com as informações passadas pela cooperativa de táxi para qual trabalhava. "Mas ninguém da família o conhecia. Só sabiam o nome dele", disse o investigador. Nascimento está preso na carceragem do 5º Distrito Policial de Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.