TCU chama atenção para Bahia, Maranhão e Pará

A Polícia Federal cita registros do Tribunal de Contas da União. O quadro "contas irregulares" aponta reprovações impostas pelo TCU. O relatório da PF mira três Estados: Bahia, Maranhão e Pará, que respondem, respectivamente, pela quarta, nona e décima posições no ranking de aportes de recursos financeiros federais nos últimos quatro anos - o TCU informa que R$ 95 bilhões foram destinados aos três Estados entre 2006 e 2009.

, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2010 | 00h00

"Os três Estados são os primeiros no ranking com mais administradores cujas contas foram julgadas irregulares pelo TCU", adverte a PF. "Não por acaso, estes Estados se destacam pelos elevados índices de pobreza e baixos índices de desenvolvimento humano", diz o relatório.

A PF acentua que outras instituições já adotam mecanismos especiais contra a corrupção, como as Assessorias de Pesquisas Estratégicas e os Escritórios de Pesquisas e Investigação da Receita, da CGU e do TCU.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.