Técnica de enfermagem é presa por assaltar três idosas em Porto Alegre

Suspeita trabalhava na residência e foi ajudada pelo namorado; vítimas foram amarradas e ameaçadas

Lucas Azevedo, Especial para o Estado

12 de abril de 2014 | 14h52

PORTO ALEGRE - Duas pessoas foram presas suspeitas de participação em um assalto a três idosas na noite dessa sexta-feira, 11, em Porto Alegre. Duas irmãs, de 92 e 86 anos, e a filha de uma delas, de 69, foram rendidas em casa, no bairro Ipanema, na zona sul. Dinheiro e eletrônicos foram levados enquanto as mulheres eram amarradas e ameaçadas. A técnica de enfermagem que cuidava das vítimas, uma mulher de 38 anos, foi presa junto com seu companheiro.

As idosas - que preferiram não ser identificadas, por medo - foram imobilizadas, xingadas. A senhora de 86 anos foi até ameaçada de morte por um dos bandidos, que dizia que desligaria os aparelhos aos quais ela é mantida conectada. A ação dos bandidos terminou na madrugada deste sábado, 12, depois de andarem pela cidade com a mais nova fazendo saques em caixas eletrônicos.

A polícia chegou aos suspeitos depois de estranhar as reações da técnica, que se dizia vítima. Uma foto do seu companheiro foi mostrada às idosas, que o reconheceram. À polícia, eles assumiram o crime e disseram que praticaram o assalto para quitar uma dívida de tráfico de drogas.

O casal deve responder inquérito por extorsão, sequestro relâmpago, cárcere privado, roubo qualificado, formação de quadrilha e tortura. Outros dois comparsas continuam foragidos.

Tudo o que sabemos sobre:
porto alegrerio grande do sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.