Técnicos da Rolls-Royce vão examinar avião da TAM

Uma equipe de técnicos daRolls-Royce, na Inglaterra, deve chegar nesta terça-feira a Belo Horizonte, onde realiza uma vistoria naturbina direita do avião da TAM que sofreu um acidente em vôo, na noite deste sábado, e fez pouso forçado noAeroporto Internacional de Confins, região metropolitana.A empresa britânica é a fabricante das turbinas doFokker 100, no qual uma passageira morreu e três ficaram levemente feridos, depois que uma peça domotor se soltou e atingiu três janelas e a fuselagem.Segundo a Infraero, os especialistas trarão também uma planta completa do engenho, o que auxiliará oDepartamento de Aviação Civil na avalação do acidente.O superintendente da Polícia Federal em Minas,Roberto Scalise, confirmou nesta segunda-feira que o órgão abriu inquérito para investigar o caso.Peritos da PF fizeram, pela manhã, análises no avião, que está estacionado no pátio central do AeroportoInternacional de Confins."Estamos trabalhando com a hipótese de acidente", disse o policial, ao ser questionado se a PFdescartava ou não a possibilidade de um atentado.Scalise informou ainda que a previsão é que um laudo final sobre o acidente seja concluído até o final dasemana.Em relação ao inquérito policial, o superintendente disse que apenas o piloto da aeronave, cujonome não foi informado, prestou depoimento, até agora.Alguns dos 82 passageiros do avião, que estavampróximos do local do acidente, serão ouvidos nos próximos dias, provavelmente por meio de cartasprecatórias, já que moram em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.