GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

'Tem gente chorando pelo Lázaro aí. Ele não morreu de covid, não?', ironiza Bolsonaro

Presidente comentou a morte de Lázaro Barbosa, em Goiás, pela segunda vez nesta segunda-feira. 'Não estou debochando de ninguém, não", completou em fala a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2021 | 21h43

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou a morte de Lázaro Barbosa pela segunda vez nesta segunda-feira, 28. “Tem gente chorando pelo Lázaro aí. Ele não morreu de covid, não? Não estou debochando de ninguém, não”, disse em tom irônico a apoiadores, na frente do Palácio da Alvorada, no fim da tarde.

Mais cedo, ele já havia comemorado a ação policial nas redes sociais. “CPF cancelado!”, publicou. “Parabéns aos heróis da PM-GO por darem fim ao terror praticado pelo marginal Lázaro”. E acrescentou que “o Brasil agradece”. 

Para Bolsonaro, a morte de Lázaro representa “menos um para amedrontar as famílias do bem”. “Suas vítimas, sim, não tiveram uma segunda chance”, afirmou o presidente. Pela manhã, a expressão “CPF cancelado” apareceu entre os cinco assuntos mais comentados no Twitter no Brasil. Parte dos internautas condenou a fala de Bolsonaro e também as imagens de agentes de segurança celebrando a captura do foragido.

Tudo o que sabemos sobre:
Jair BolsonaroLázaro Barbosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.