Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Temer determina que MEC libere verba para reconstrução de creche em Janaúba

Planalto não informou quanto a pasta terá que alocar; governo enviará equipamentos a hospital onde vítimas estão internadas

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

09 Outubro 2017 | 19h35

BRASÍLIA - O presidente Michel Temer (PMDB) determinou ao Ministério da Educação (MEC) a liberação de recursos para a reconstrução da creche Gente Inocente de Janaúba, no interior de Minas gerais, que foi palco de um incêndio criminoso na quinta-feira, 5, que provocou a morte de nove crianças e dois adultos.

+++ Morre a 9ª criança vítima de incêndio de creche em Janaúba

A informação foi divulgada pela Secretaria de Imprensa do Planalto, que não deu detalhes do quanto a pasta terá que alocar. O Planalto informou ainda que o Ministério da Saúde "enviará equipamentos ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (em Belo Horizonte), referência no tratamento de queimados, que recebeu feridos no incêndio".

Neste domingo, 8, Temer concedeu a Ordem Nacional do Mérito à professora Heley de Abreu Silva Batista, de 43 anos,  que morreu no incêndio ao tentar impedir que o vigilante Damião Soares dos Santos, de 50, ateasse fogo no local.

+++Temer concede homenagem a professora morta em tragédia na creche de Janaúba

"A homenagem é concedida a pessoas que deram exemplos de dedicação e serviço ao País e à sociedade brasileira", escreveu em nota a Secom. "Este é o caso da professora Heley Batista, que sacrificou sua própria vida para salvar a vida de seus alunos, em um gesto de coragem e de heroísmo que emocionou a todos."

+++ 'Cena de terror', conta professora que viu ataque na creche em MG

No sábado, 7, Temer já havia tuitado sobre a professora afirmando que Heley impediu que a tragédia na creche fosse ainda maior.

"Meus sentimentos pelo falecimento da professora Heley de Abreu, que pôs sua própria vida em risco para ajudar as crianças em Janaúba (MG)", escreveu Temer em sua conta no Twiter. "Sua coragem impediu que a tragédia fosse ainda maior. Um ato que não será esquecido pelos brasileiros. Meus pêsames à família de Heley."

+++ Sentimos a dor das famílias, diz irmã de vigia que incendiou creche

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.