Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Temer e Kassab preveem abandono da reforma política

Em palestra sobre a reforma política, organizada ontem pela Associação Comercial de São Paulo, o vice-presidente Michel Temer afirmou sentir "um certo arrefecimento" no debate das propostas no Congresso. "Começam a surgir dificuldades para tramitar a reforma política, então os colegas dizem: "Vamos deixar como está". E se deixar como está, não acho bom."

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2011 | 00h00

Acompanhado do prefeito Gilberto Kassab e do vice-governador de SP, Guilherme Afif Domingos, Temer afirmou que o sistema atual leva ao "clientelismo", fazendo com que os deputados trabalhem para levar obras para sua região e garantir sua reeleição. Kassab disse que a reforma é sempre deixada de lado. "Infelizmente, parece que existe uma tendência de que continue sendo deixada de lado, o que é lamentável."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.