Temperatura bate recorde em São Paulo

São Paulo registrou, nesta quarta-feira, o recorde de calor em maio. A temperatura máxima, ocorrida às 15h, foi de 30,7 graus no Mirante de Santana, estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), na zona norte da capital. Até agora, a temperatura mais alta registrada pelo Inmet era de 30 graus no dia 22 de maio de 1943. A meteorologista Neide Oliveira lembrou que o Inmet foi inaugurado em 1943, dando início aos registros oficiais sobre o clima da cidade de São Paulo.O Inmet registrou em todo o mês de abril 32,9 milímetros de chuva. Segundo a meteorologista do Inmet, choveu menos que o índice normal para o mês, que é de 75,8 milímetros. Desde outubro as chuvas estão em défict, além de terem sido mal distribuídas sobre a cidade, lembrou a meteorologista.Já as temperaturas estão cada vez mais altas desde o início do ano, mais ou menos 2 graus acima do normal das mínimas e das máximas. Em abril, o calor foi maior, já que a média das mínimas foi de 17,9 e das máximas 28,3 graus, para uma média de 15,8 e 24,9 graus, respectivamente. Neide Oliveira explicou que a grande massa de ar seco e quente sobre o Estado de São Paulo é que está impedindo o avanço das frentes frias, mas até o fim de semana o tempo deve mudar, com a chegada de uma frente fria ao Sudeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.