Temperatura pode bater novo recorde em São Paulo

A temperatura na cidade de São Paulo pode bater novo recorde nesta quinta-feira, 14. A previsão da agência Climatempo é que os termômetros cheguem aos 34 graus nesta tarde. O termômetro do Mirante de Santana, na zona norte da cidade, registrou nesta quarta-feira, 32,9 graus, o terceiro recorde da semana para este ano no inverno. No interior do Estado, as temperaturas devem alcançar até os 36 graus. Com o sol forte, a umidade do ar tem se mantido baixa no Estado. Na capital, a umidade relativa do ar observada às 15 horas de quarta-feira foi de 23%, a menor do ano e a mais baixa desde outubro de 2005. Na segunda e na terça-feira a umidade do ar já havia chegado aos 29%. Mas o tempo deve mudar a partir da noite de sexta-feira, 15, quando chega uma frente fria no sul do Estado, causando chuvas isoladas, inicialmente fracas. No sábado, a previsão é de tempo chuvoso no sul do Estado e com possibilidade de chuvas também na capital. O domingo será nublado em toda a cidade, com possibilidades de chuvas ocasionais e no litoral a previsão é de um dia chuvoso. No interior, a umidade do ar aumenta no sábado, com previsão de chuvas fracas na região central do Estado e na região de Campinas.Proibição de queima ampliadaA Secretaria do Meio Ambiente ampliou, a partir desta quinta-feira, 14, a proibição da queima da palha da cana-de-açúcar para outras quatro regiões administrativas do Estado de São Paulo - Araraquara, Campinas, Araçatuba e Marília - e já chegam a seis as regiões paulistas cuja prática é proibida em virtude das condições climáticas desfavoráveis, com alta temperatura e umidade abaixo dos 25%.Em Araraquara, a queima da palha está proibida em qualquer horário e em Campinas, Araçatuba e Marília entre 6 horas e 20 horas. A Secretaria do Meio Ambiente manteve ainda a proibição da queima em qualquer período na região de São José do Rio Preto e também entre 6 horas e 20 horas na região de Barretos. A Secretaria mantém a informação que a queima será liberada novamente quando os índices de umidade do ar voltarem a apresentar níveis satisfatórios, ou seja, acima dos 25%, o que só deve ocorrer no final de semana, com a chegada de uma frente fria ao Estado. Se o produtor descumprir a determinação, será advertido inicialmente e, se reincidente, poderá ser autuado pela Cetesb e multado em valores que variam de 10 a 10 mil Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps), ou seja, de R$ 139,30 a R$ 139.300,00. Temporais no Rio Grande do SulA Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, alertou que uma frente fria que se mantém até sexta-feira sobre o Rio Grande do Sul provocará temporais em todas as regiões do Estado. As pancadas de chuvas podem ser acompanhadas de descargas elétricas e de rajadas de vento de 60 a 90 quilômetros por hora.(Colaboraram Milton F.da Rocha Filho, Gabriela Villen e Gustavo Porto)Matéria ampliada às 10h50

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.