Tempestade causa destruição em Tubarão-SC

O estabelecimento foi o mais afetado e ficou com 80% da estrutura comprometida, informou a prefeitura

Daniel Galvão, da Agência Estado,

30 de janeiro de 2009 | 20h12

Um temporal provocou na quinta-feira, 29, destruição em Tubarão, no sul de Santa Catarina. Dezenas de árvores e galhos tombaram sobre avenidas. O pavimento de lajotas de algumas ruas foi arrancado pela correnteza. Estradas sofreram danos e valas e bueiros ficaram entupidos. A prefeitura interditou o Ginásio Municipal Otto Feuerschuette. O estabelecimento foi o mais afetado e ficou com 80% da estrutura comprometida, informou a prefeitura. Há perigo de desmoronamento de partes do telhado. Metade das telhas de alumínio foi arrancada pelo vento. O vento foi tão intenso que retorceu as estruturas de ferro da cobertura do prédio, comprometendo totalmente o telhado. "Provavelmente, um redemoinho de vento formou-se dentro do ginásio, provocando todo esse estrago", disse a secretária municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Débora Carla Melo e Pimenta. O vendaval ainda derrubou uma parede lateral do ginásio e destruiu as quatro colunas que sustentam o telhado. Por causa do temporal, o pavimento da quadra também ficou destruído e toda a instalação elétrica foi perdida. A administração municipal começou o trabalho de recuperação da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
TubarãoSanta CatarinaChuva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.