Tempestade deixa 60 mil clientes sem luz no Rio Grande do Sul

Chuva destelhou casas em alguns municípios e danificou linha de transmissão; 90 cidades estão em emergência

Sandra Hahn, Agência Estado

30 Novembro 2009 | 12h27

Com 90 municípios em situação de emergência por causa das constantes chuvas de novembro, o Rio Grande do Sul voltou a registrar temporais nas últimas 24 horas. Por causa disso, algumas linhas de transmissão foram danificadas e cerca de 60 mil imóveis estavam sem energia em diferentes pontos do Estado, atendido pela AES Sul, Rio Grande Energia (RGE) e Companhia Estadual de Geração e Transmissão (CEEE).

 

Em Santana do Livramento, no sudeste do Estado, a Defesa Civil municipal identificou sete casas destelhadas e diversas árvores caídas por fortes ventos que atingiram a cidade na ontem à noite. A distribuidora de energia AES Sul informou que 6,1 mil clientes estão sem luz no município.

 

A RGE informou que os municípios mais prejudicados em sua área de operação - onde há 30 mil clientes sem luz -, foram Santo Cristo, Três Passos e Crissiumal. Na área da AES Sul, 20 mil tiveram o serviço interrompido em São Borja, onde o vento derrubou três estruturas de uma linha de transmissão de 69.000 volts.

 

Segundo a CEEE, técnicos da empresa trabalham para restabelecer a normalidade no sistema elétrica da região atingida. Em Dom Pedrito houve temporal, onde foram registrados ventos de 90 km/h.

 

Atualizado às 14h04 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
chuvas no RS ventos RS energia luz

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.