Tempestade deixa sete cidades em estado de emergência no RS

Cerca de 37 mil residências estão sem energia elétrica no Estado; Defesa Civil distribui lonas aos municípios

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

11 de setembro de 2008 | 14h02

A forte tempestade, com chuva de granizo e vendavais, que atingiu o Rio Grande do Sul na quarta-feira, 10, deixou sete cidades em estado de emergência. A Defesa Civil está mandando ajuda aos municípios, onde cerca de 37 mil casas estão sem energia elétrica. Lonas são distribuídas para as cinco cidades mais atingidas pelas chuvas, segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Sul. Sete municípios já fizeram o pedido para decretação de situação de emergência, por conta dos temporais. Além dos estragos materiais, cerca de 37 mil residências estão sem energia elétrica em todo o Estado, segundo a Defesa Civil. Enquanto não são concluídos o mapeamento dos municípios prejudicados e a extensão dos danos, a Defesa começou a encaminhar lonas para amenizar o problema dos destelhamentos. Serão distribuídos também telhas, colchões, kits de limpeza e, se for necessário, cestas básicas. Os municípios de São Sebastião do Caí, Picada Café, São Sepé e Nova Petrópolis foram os mais atingidos pelo granizo. Em São Sepé, houve 500 moradias com telhados parcialmente destruídos, ou totalmente. Em Nova Petrópolis, foram 150; em São Sebastião do Caí, 130; e em Picada Café, 24.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.